NICE relata 36% de crescimento na receita do segundo trimestre de 2017

06/08/2017 17:20

Empresa revela sólido crescimento nas receitas de nuvem e produtos

HOBOKEN, N.J. - Agosto de 2017 - A NICE (NASDAQ: NICE) anunciou os resultados do segundo trimestre de 2017, encerrado em 30 de junho de 2017.

 

Destaques financeiros do segundo trimestre de 2017

    GAAP

  • Crescimento de receita de 36% em relação ao ano anterior
  • Aumento de 35% no lucro bruto em relação ao ano anterior, alcançando US$ 198 milhões
  • Aumento de 35% no lucro bruto em relação ao ano anterior, alcançando US$ 198 milhões
  • Margem bruta de 63.5%, contra 63.9% no ano anterior
  • Lucro operacional de US$ 26 milhões - aumento de 10% em relação ao mesmo período do ano anterior
  • Taxa de imposto efetiva de 8,9%, contra 4,1% no ano anterior
  • Lucro por ação proveniente de operações contínuas de US$ 0,33, contra US$ 0,42 no ano anterior
  • Aumento de 131% no fluxo de caixa proveniente de operações em relação ao ano anterior, alcançando a cifra de US$ 69 milhões

 

 Não GAAP

  • Crescimento de receita de 34% em relação ao ano anterior
  • Aumento de 34% no lucro bruto em relação ao ano anterior, alcançando a cifra de US$ 222 milhões
  • Margem bruta de 70.5%, contra 70.4% no ano anterior
  • Lucro operacional de US$ 72 milhões - aumento de 27% em relação ao mesmo período do ano anterior
  • Taxa de imposto efetiva de 20.8%, contra 19.5% no ano anterior
  • Lucro por ação proveniente de operações contínuas de US$ 0,90, contra US$ 0,79 no ano anterior


 "Nosso desempenho financeiro ao longo dos últimos anos foi destacado pelo crescimento contínuo e pela melhoria da rentabilidade, e o segundo trimestre não foi diferente, com mais um período de desempenho sólido, tanto nos resultados parciais quanto finais. Também ficamos satisfeitos por ver um crescimento significativo na receita de nuvem, bem como um aumento na lucratividade. Além disso, nosso sólido desempenho traduziu-se em mais de 200 milhões de dólares de fluxo de caixa líquido proveniente das operações no primeiro semestre de 2017”, disse Barak Eilam, CEO da NICE. “A base da nossa força tem sido nossa capacidade de implementar com sucesso todos os planos estratégicos traçados durante este período”.

“Esses planos estratégicos levaram ao desenvolvimento de nossos quatro pilares estratégicos de nuvem, omnicanal, soluções analíticas e inteligência artificial, que são o suporte para nossas oportunidades de crescimento no futuro. Esses quatro pilares também são a base da nossa nova plataforma CXone, que representa um grande salto para a NICE e para o setor como um todo. A CXone, que é uma base de nuvem unificada e verdadeiramente aberta, aliada a um ecossistema em desenvolvimento de clientes e parceiros que visa construir e desenvolver soluções de experiência de clientes de alto nível, representa uma diferenciação competitiva substancial para a NICE, e atesta nossa liderança de mercado cada vez maior”.

Destaques financeiros GAAP do segundo trimestre, encerrado em 30 de junho:

Os dados financeiros GAAP a seguir, exceto fluxo de caixa e saldo de caixa, são provenientes de operações contínuas, excluindo-se os resultados das divisões de Inteligência e Segurança Física em 2017 e 2016.

Receitas: as receitas totais do segundo trimestre de 2017 aumentaram 36,3%, alcançando o montante de US$ 311,5 milhões, contra os US$ 228,5 milhões registrados no mesmo período do ano anterior.

Lucro bruto: o lucro bruto do segundo trimestre de 2017 aumentou para US$ 197,9 milhões, comparado aos US$ 146,1 milhões registrados no mesmo período do ano anterior, e a margem bruta foi de 63,5%, comparada aos 63,9% registrados no segundo trimestre de 2016.

Lucro operacional: o lucro operacional do segundo trimestre de 2017 aumentou para US$ 25,8 milhões, comparado aos US$ 23,5 milhões registrados no mesmo período do ano anterior, e a margem operacional foi de 8,3%, comparada aos 10,3% registrados no segundo trimestre de 2016.

Lucro líquido proveniente de operações contínuas: o lucro líquido e a margem líquida do segundo trimestre de 2017 foram de US$ 20,4 milhões e 6,6%, respectivamente, comparados aos US$ 25,4 milhões e 11,1%, respectivamente, registrados no mesmo período do ano anterior.

Lucro por ação proveniente de operações contínuas: o lucro por ação totalmente diluído referente ao segundo trimestre de 2017 foi de US$ 0,33, comparado à marca de US$ 0,42 registrada no mesmo período do ano anterior.

Fluxo de caixa operacional e saldo de caixa: o fluxo de caixa operacional do segundo trimestre de 2017 foi de US$ 68,7 milhões. No segundo trimestre, US$ 7,6 milhões foram utilizados para recompra de ações. Até 30 de junho de 2017, o total de caixa e equivalentes de caixa, os investimentos de curto prazo e os títulos e valores mobiliários comercializáveis eram de US$ 439,9 milhões, e a dívida total era de US$ 443,5 milhões, sem considerar os custos de emissão e o componente de capital associado à nossa dívida conversível.

Destaques financeiros não GAAP do segundo trimestre, encerrado em 30 de junho:

Os dados financeiros não GAAP a seguir são provenientes de operações contínuas, excluindo-se os resultados das divisões de Inteligência e Segurança Física em 2017 e 2016.

Receitas: as receitas totais não GAAP do segundo trimestre de 2017 foram de US$ 315,3 milhões - um aumento de 33,9% em relação aos US$ 235,4 milhões registrados no mesmo período do ano anterior.

Lucro bruto: o lucro bruto não GAAP do segundo trimestre de 2017 aumentou para US$ 222,3 milhões, comparado aos US$ 165,8 milhões registrados no mesmo período do ano anterior, e a margem bruta não GAAP aumentou para 70,5%, comparada aos 70,4% registrados no segundo trimestre de 2016.

Lucro operacional: o lucro operacional não GAAP do segundo trimestre de 2017 aumentou para US$ 72,0 milhões, comparado aos US$ 56,6 milhões registrados no mesmo período do ano anterior, e a margem operacional não GAAP foi de 22,8%, comparada aos 24,0% registrados no segundo trimestre de 2016.

Lucro líquido proveniente de operações contínuas: o lucro líquido não GAAP do segundo trimestre de 2017 aumentou para US$ 56,0 milhões, comparado aos US$ 47,9 milhões registrados no mesmo período do ano anterior, e a margem de lucro líquido não GAAP foi de 17,8%, comparada aos 20,4% registrados no segundo trimestre de 2016.

Lucro por ação proveniente de operações contínuas: o lucro por ação não GAAP do segundo trimestre de 2017 aumentou 13,9%, alcançando a marca de US$ 0,90, em comparação com os US$ 0,79 registrados no mesmo período do ano anterior.

Orientação para o terceiro trimestre e o exercício completo de 2017:

Terceiro trimestre de 2017: as receitas totais não GAAP do terceiro trimestre de 2017 devem ficar entre US$ 315 milhões e 325 milhões. Os lucros por ação totalmente diluídos não GAAP do terceiro trimestre de 2017 devem ficar entre US$ 0,89 e US$ 0,95.

Exercício completo de 2017: as receitas totais não GAAP do exercício completo de 2017 devem ficar entre US$ 1,330 bilhão e 1,354 bilhão. Os lucros por ação não GAAP do exercício completo de 2017 devem ficar entre US$ 3,90 e US$ 4,10.

Sobre a NICE

A NICE (NASDAQ: NICE) é fornecedora líder mundial de soluções que capacitam as organizações a tomar decisões mais inteligentes com base em análises avançadas de dados estruturados e não estruturados. As soluções da NICE ajudam as maiores organizações do mundo a oferecer um melhor serviço de atendimento ao cliente, garantir a conformidade regulamentar, combater fraudes e proteger os cidadãos. As soluções da NICE são utilizadas por mais de 25.000 organizações em mais de 150 países, incluindo mais de 80 das 100 empresas listadas no índice Fortune 100. www.nice.com. www.nice.com

Assessoria de imprensa no Brasil

DFreire Comunicação e Negócios – (11) 5105-7171

Cassia Larrubia – cassia@dfreire.com.br

Luciana Abritta – lucianaabritta@dfreire.com.br


 
 
       
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Atenção: Grande parte do conteúdo divulgado no Blog é oriundo do trabalho realizado pelas Assessorias de imprensa, Marketing, Publicidade e outras áreas das companhias/instituições/associações e afins. Em respeito e direito aos trabalhos, ideias, conteúdos e idealizadores, todo o conteúdo recebido é divulgado na íntegra, ou seja, sem alterações. Em respeito ao desejo do autor e idealizadores, os conteúdos divulgados aqui podem ser excluídos. Para isso, é necessário a formalização do pedido com as informações necessárias de identificação, através do e-mail blogdocallcenter@uol.com.br  O mesmo vale para conteúdos que foram compartilhados de sites/Blog´s, onde sempre cito a fonte, concedo os créditos e divulgo o link de origem da extração da matéria. Caso o autor/idealizador discorde do compartilhamento aqui no Blog, basta formalizar sua solicitação com as informações necessárias, através do e-mail blogdocallcenter@uol.com.br 

Contato

Blog do Call Center São Paulo - SP - Brasil contato@blogdocallcenter.com.br