Procon- SP denuncia fraudes em sites de comércio eletrônico

03/05/2011 09:26

Sites recebem o pagamento dos consumidores, mas não entregam produtos; dos 20 portais investigados, nove ainda estão ativos

Bruna Bessi, iG São Paulo

 

O Procon-SP divulgou nesta segunda-feira um alerta para os consumidores sobre fraudes em sites de comércio eletrônico. Diante de um grande número de reclamações de consumidores que compraram produtos pela internet, pagaram, e não receberam as mercadorias, o Procon deu início a uma investigação que envolveu 20 sites de e-commerce. Desse total, onze sites saíram do ar e  nove portais ainda permanecem ativos.

“Todos os investigados ofereciam preços atrativos, prometiam entrega rápida e tinham registro em nome de pessoa física” , diz Fátima Lemos, assistente da direção do Procon-SP.

Durante a investigação, o Procon-SP constatou ainda que alguns fornecedores, além de não entregarem os produtos, também não eram encontrados em seus endereços oficiais. As notificações encaminhadas a essas empresas para solução dos problemas retornam com informações dos Correios tais como, "Mudou-se" e "Endereço inexistente".

“Mandamos mais de 35 correspondências avisando os representantes das empresas sobre os problemas registrados, mas nunca encontramos os endereços. Isso fez com que nossa suspeita ficasse ainda maior”, diz Fátima.

Diante do problema, o órgão encaminhou as denúncias ao Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania (DPPC) para a confirmação de um possível crime. “O número de reclamações chamou nossa atenção e começamos a investigar”, afirma a Fátima. “O consumidor deve ficar atento, já que em sites que não possuem hospedagem no Brasil a comunicação é mais difícil no caso de algum problema”.

Sites denunciados que estão fora do ar:

www.aicade.com.br
www.cwbeletro.com.br
www.tudonlineprodutos.com
www.apostilasconcursos.com.br
www.notecam.com.br
www.marineletro.com.br
www.cmykshop.com.br
www.centernote.com.br
www.nacionalshop.com.br
www.u6shop.com.br
www.eletrosp.com.br

Sites denunciados pelo Procon-SP e que ainda estão ativos:

www.bininhobaby.com.br
www.skinzilla.com.br
www.mfriends.com.br
www.wbronkowski.com
www.seuchina.com
www.newtenis.com.br
www.brasilbay.com.br
www.7livraria.com.br
www.eletropenhaonline.com.br


Veja dicas do Procon-SP para não ser vítima desse tipo de golpe virtual:

- Antes de fechar a compra, faça pesquisa no site da Fundação Procon-SP, www.procon.sp.gov.br, para verificar se a empresa tem registro de reclamações

- Desconfie de preços abaixo da média do mercado

- Verifique no site registro.br os dados da empresa, tais como, razão social, endereço, CNPJ. Se o domínio for .com ou .net, cheque onde o site está hospedado através dos seguintes sites: whois.domaintools.com, who.is, whois.com; fique atento se o site estiver hospedado fora do Brasil

- Desconfie de sites que exigem depósito em conta corrente de pessoas físicas ou depósitos em caderneta de poupança

- Consulte as redes sociais para verificar se existem registros de reclamações

- Verifique o endereço físico da empresa, telefones, e-mails e quais os procedimentos para reclamação, devolução, garantias, etc

-Aguarde todos os dados das compras: o nome do site, itens adquiridos, valores pagos, número do protocolo da compra ou pedido

- Exija sempre nota fiscal da compra.

 

economia.ig.com.br/financas/seunegocio/procon+sp+denuncia+fraudes+em+sites+de+comercio+eletronico/n1300142822745.html

 

Fonte e créditos: IG

Atenção: Grande parte do conteúdo divulgado no Blog é oriundo do trabalho realizado pelas Assessorias de imprensa, Marketing, Publicidade e outras áreas das companhias/instituições/associações e afins. Em respeito e direito aos trabalhos, ideias, conteúdos e idealizadores, todo o conteúdo recebido é divulgado na íntegra, ou seja, sem alterações. Em respeito ao desejo do autor e idealizadores, os conteúdos divulgados aqui podem ser excluídos. Para isso, é necessário a formalização do pedido com as informações necessárias de identificação, através do e-mail blogdocallcenter@uol.com.br  O mesmo vale para conteúdos que foram compartilhados de sites/Blog´s, onde sempre cito a fonte, concedo os créditos e divulgo o link de origem da extração da matéria. Caso o autor/idealizador discorde do compartilhamento aqui no Blog, basta formalizar sua solicitação com as informações necessárias, através do e-mail blogdocallcenter@uol.com.br  O Blog do Call Center também não possui nenhuma responsabilidade sobre a veracidade das informações, cabendo ao discordante, entrar em contato diretamente com o responsável pelo artigo/notícia, através do link informado na matéria/artigo/notícia.

Contato

Blog do Call Center São Paulo - SP - Brasil contato@blogdocallcenter.com.br