Empresas ainda não cumprem o mínimo determinado pela lei do SAC

10/06/2011 18:13

Edição do dia 09/06/2011
09/06/2011 12h29 - Atualizado em 09/06/2011 14h12


Dois anos e meio depois da lei do Serviço de Atendimento entrar em vigor, em 2008, empresas continuam desrespeitando os consumidores.

lei é clara: o consumidor só pode esperar um minuto para falar com alguém numa central de atendimento. A produção do Jornal Hoje fez diversos testes. Num deles, para uma operadora de telefonia celular, a espera foi de três minutos, mas sempre existe uma justificativa para a demora.

Acompanhe o Jornal Hoje também pelo twitter e pelo facebook.

“Tá uma fila infernal de vários clientes querendo falar com um dos nossos atendentes. Então estamos adiantando os clientes para que a gente possa atender mais rápido possível, para que não demore tanto”, explica a atendente.

As reclamações feitas ao Procon de São Paulo confirmam que o consumidor não está nada satisfeito com esse tratamento. As principais queixas são:

- o tempo de espera para alguém falar com o consumidor.
- precisar repetir o problema para vários atendentes.
- interrupção da ligação.

Há quase uma semana o celular de Rosana não funciona. Com um telefone emprestado ela ligou para a operadora para tentar resolver o problema, mas não conseguiu resposta. “Eu me sinto um lixo, completamente enganada, não tem a quem recorrer, nós somos obrigados a ouvir absurdos”, diz Rosana Santana, gerente administrativa.

A regulamentação dos Serviços de Atendimento ao Consumidor (SAC) diz ainda:

- as ligações são gratuitas.
- as opções "contato com o atendente", "reclamação" e "cancelamento de contratos e serviços" devem estar já no primeiro menu eletrônico.
- SAC tem que funcionar 24 horas por dia.
- as reclamações deverão ser resolvidas no máximo em cinco dias.

“Na prática, quando você tem um problema, você não consegue resolver. Esses casos têm que ser relatados aos Procons e aos órgãos de defesa do consumidor para que sejam aplicadas as penalidades previstas na legislação”, declara Paulo Arthur Góes, diretor do Procon-SP.

Desde que a lei do SAC entrou em vigor, em dezembro de 2008, as empresas já pagaram 80 milhões de reais em multas.

Veja aqui a lei completa e uma cartilha do Procon que orienta o consumidor.

g1.globo.com/jornal-hoje/noticia/2011/06/empresas-ainda-nao-cumprem-o-minimo-determinado-pela-lei-do-sac.html

Fonte e créditos: G1

 

 

Atenção: Grande parte do conteúdo divulgado no Blog é oriundo do trabalho realizado pelas Assessorias de imprensa, Marketing, Publicidade e outras áreas das companhias/instituições/associações e afins. Em respeito e direito aos trabalhos, ideias, conteúdos e idealizadores, todo o conteúdo recebido é divulgado na íntegra, ou seja, sem alterações. Em respeito ao desejo do autor e idealizadores, os conteúdos divulgados aqui podem ser excluídos. Para isso, é necessário a formalização do pedido com as informações necessárias de identificação, através do e-mail blogdocallcenter@uol.com.br  O mesmo vale para conteúdos que foram compartilhados de sites/Blog´s, onde sempre cito a fonte, concedo os créditos e divulgo o link de origem da extração da matéria. Caso o autor/idealizador discorde do compartilhamento aqui no Blog, basta formalizar sua solicitação com as informações necessárias, através do e-mail blogdocallcenter@uol.com.br  O Blog do Call Center também não possui nenhuma responsabilidade sobre a veracidade das informações, cabendo ao discordante, entrar em contato diretamente com o responsável pelo artigo/notícia, através do link informado na matéria/artigo/notícia.

Contato

Blog do Call Center São Paulo - SP - Brasil contato@blogdocallcenter.com.br