Programa de telessaúde do governo já recebeu mais de R$ 40 mi

24/08/2011 20:44

O Ministério da Saúde aplicou em torno de R$ 41 milhões em um programa de telessaúde, no período entre 2007 e este ano, com o objetivo de qualificar as escolas de saúde pública por meio do uso de tecnologia e criar uma rede colaborativa de telessaúde. O projeto teve início em 2007 e, até 2009, foram investidos R$ 18 milhões. Entre 2009 e este ano, o programa recebeu mais R$ 23 milhões.

O projeto consiste na instalação de núcleos que contam com servidor, três a quatro computadores, equipamentos e salas para videoconferência e webconferência nas capitais de alguns estados do país.

O Ministério da Saúde é responsável por essa infraestrutura, ficando a cargo dos estados, como contrapartida, o investimento em conectividade e expansão do programa para outros municípios, por meio da instalação de pontos de comunicação, que contam com um PC com webcam, máquina digital e conexão à internet.

A iniciativa começou como piloto em nove estados. Atualmente, já são 11 os estados que contam com um núcleo de telessaúde: São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Amazonas, Ceará, Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pernambuco, Santa Catarina e Tocantins. A meta do governo Dilma Roussef é atingir até o fim de seu mandato um total de 15 estados que integram o programa.

Segundo Mary Caroline Skelton, professora doutora de teleodontologia/ensino odontológico da Faculdade de Ondotologia da USP e consultora do programa telessaúde, essa meta deve ser concretizada ainda neste ano. "Espírito Santo, Acre e Distrito Federal estão muito próximos de aderirem ao programa", afirma ela, ressaltando que já são mais de 940 municípios atendidos pelo programa. "Queremos levar saúde a locais isolados e que não têm acesso a esses serviços."

A consultora apresentou o programa de telessaúde no Fórum de Saúde Digital, realizado nesta terça-feira, 23, em São Paulo. Mary conta que atualmente 11 mil famílias já são beneficiadas pelo programa de telessaúde, que gera benefícios como inclusão social e digital, diminuição dos riscos e agravos por deslocamento, redução dos custos com remoção de pacientes e valorização e qualificação dos profissionais de saúde.

 

www.tiinside.com.br/23/08/2011/programa-de-telessaude-do-governo-ja-recebeu-mais-de-r-40-mi/ti/237597/news.aspx

Fonte e créditos: TI Inside

Atenção: Grande parte do conteúdo divulgado no Blog é oriundo do trabalho realizado pelas Assessorias de imprensa, Marketing, Publicidade e outras áreas das companhias/instituições/associações e afins. Em respeito e direito aos trabalhos, ideias, conteúdos e idealizadores, todo o conteúdo recebido é divulgado na íntegra, ou seja, sem alterações. Em respeito ao desejo do autor e idealizadores, os conteúdos divulgados aqui podem ser excluídos. Para isso, é necessário a formalização do pedido com as informações necessárias de identificação, através do e-mail blogdocallcenter@uol.com.br  O mesmo vale para conteúdos que foram compartilhados de sites/Blog´s, onde sempre cito a fonte, concedo os créditos e divulgo o link de origem da extração da matéria. Caso o autor/idealizador discorde do compartilhamento aqui no Blog, basta formalizar sua solicitação com as informações necessárias, através do e-mail blogdocallcenter@uol.com.br  O Blog do Call Center também não possui nenhuma responsabilidade sobre a veracidade das informações, cabendo ao discordante, entrar em contato diretamente com o responsável pelo artigo/notícia, através do link informado na matéria/artigo/notícia.

Contato

Blog do Call Center São Paulo - SP - Brasil contato@blogdocallcenter.com.br