Salários em telemarketing chegam a R$ 5.000

21/06/2011 18:30

Brasil já tem 1,2 milhão de operadores trabalhando a todo vapor em call centers

 

 

O Brasil já tem 1,2 milhão de operadores trabalhando a todo vapor em call-centers. A cada ano, o número aumenta ao menos 10%, segundo a ABT (Associação Brasileira de Telesserviços).

O que poucos sabem é que é possível construir uma carreira dentro do setor de call center, podendo ganhar até R$ 5.000, mais os benefícios.

Há vários níveis de hierarquia em uma central de telemarketing. O operador é parte mais baixa e ganha um salário base de R$ 545. O pagamento cresce dependendo da cidade e da experiência do funcionário.

Acima do operador estão coordenadores e supervisores de área - em geral funcionários que trabalham há mais tempo na empresa - e os gerentes, cujos salários são os mais altos, chegando a R$ 4.500 e R$ 5.000.

 

Três tipos de operadores

Há três tipos de operadores: os ativos, os receptivos e os de cobrança. Os primeiros ligam para uma lista de telefones dada pela empresa, oferecendo serviços. São os que tentam vender assinatura de jornal, telefones celulares e outros produtos.

Já os operadores receptivos recebem desde reclamações a pedidos de ajuda - em geral eles trabalham para empresas que vendem os produtos, como SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor). Mas há também o caso dos terceirizados.

Operadores de cobrança têm o trabalho mais chato; devem ligar para exigir um pagamento. Podem trabalhar para uma empresa de cartão de crédito, um banco ou no setor financeiro.

Há bônus salarial para operadores que fazem um bom trabalho, não se atrasam e se comprometem com a empresa. Dependendo da companhia, o bônus pode superar o salário. Alguns operadores da TMKT, grande companhia da área, chegam a ganhar R$ 1.200.

A maioria dos serviços prestados pelos call centers é da ára financeira, portanto é importante que o candidato a operador tenha noções de matemática. Como ele também vai precisar se comunicar com clientes, é necessário ser bom em português e ter desenvoltura.

 

Estresse

Mesmo atuando apenas seis horas diárias, os operadores costumam dizer que o trabalho é estressante. Mas Thays dos Santos, funcionária da Contax, garante que uma boa equipe ajuda a não “ligar muito para isso”.

- Tem clientes estressados, outros um pouco tarados. Lidar com isso o dia todo acaba deixando a gente cansado também. Mas a equipe com a qual eu trabalho é muito boa e acaba não deixando o clima no trabalho ficar pesado.

Thays trabalha para pagar a faculdade de fisioterapia.

 

Veja outras funções em uma empresa de call center:

Coordenadores

Os coordenadores de área devem gerenciar o trabalho de um grupo de operadores e ajudá-los caso tenham dificuldade. Geralmente são ex-operadores que aceitaram o desafio de uma responsabilidade maior.

O salário também é maior - eles ganham em média R$ 1.200, mais benefícios. As exigências para contratação são as mesmas que as dos operadores. É preciso ter ensino médio e boas noções de português, matemática e informática. O funcionário também tem que ter espírito de liderança e próatividade.

 

Supervisores

Os supervisores ficam responsáveis por todos os operadores e coordenadores de uma empresa contratante. Além de supervisionar o trabalho, também fazem o relacionamento com outras áreas da empresa e até com os clientes. Recebem R$ 2.600, em média. Em geral são funcionários da própria empresa.

 

Gerentes
Os gerentes coordenam todos os operadores e também as contas para as quais eles trabalham. Para isso chegam a receber R$ 5.000. Por terem mais responsabilidades, eles também devem ter um nível de escolaridade maior e geralmente são graduados, pelo menos em um curso superior.

 

noticias.r7.com/vestibular-e-concursos/noticias/salarios-em-telemarketing-chegam-a-r-5-000-20110613.html?question=0

Fonte e créditos: R7

 

Atenção: Grande parte do conteúdo divulgado no Blog é oriundo do trabalho realizado pelas Assessorias de imprensa, Marketing, Publicidade e outras áreas das companhias/instituições/associações e afins. Em respeito e direito aos trabalhos, ideias, conteúdos e idealizadores, todo o conteúdo recebido é divulgado na íntegra, ou seja, sem alterações. Em respeito ao desejo do autor e idealizadores, os conteúdos divulgados aqui podem ser excluídos. Para isso, é necessário a formalização do pedido com as informações necessárias de identificação, através do e-mail blogdocallcenter@uol.com.br  O mesmo vale para conteúdos que foram compartilhados de sites/Blog´s, onde sempre cito a fonte, concedo os créditos e divulgo o link de origem da extração da matéria. Caso o autor/idealizador discorde do compartilhamento aqui no Blog, basta formalizar sua solicitação com as informações necessárias, através do e-mail blogdocallcenter@uol.com.br  O Blog do Call Center também não possui nenhuma responsabilidade sobre a veracidade das informações, cabendo ao discordante, entrar em contato diretamente com o responsável pelo artigo/notícia, através do link informado na matéria/artigo/notícia.

Contato

Blog do Call Center São Paulo - SP - Brasil contato@blogdocallcenter.com.br